Janeiro 2018

Superlua Azul de Sangue

31 de Janeiro de 2018 |by Pedro Zottolo | 3 Comments | blog | , , , ,

Hoje, dia 31/01, ocorrerá um dos melhores e maiores fenômenos lunares já vistos envolvendo a lua. É isso mesmo que você leu! A Superlua Azul de Sangue irá acontecer bem diante dos nossos olhos e será uma ocorrência rara, é o primeiro eclipse lunar desde 2015 e a primeira lua azul de sangue desde 1886.

Porém essa alegria dura pouco, no Brasil apenas algumas localidades ao norte irão notar o eclipse, mas todos podem ver a Superlua Azul mesmo assim.

Vamos explicar um pouco sobre cada fenômeno:

Superlua:

Acontece quando a lua cheia se encontra no ponto mais perto da Terra na sua órbita. Nesse caso chamamos de perigeu, e por causa disso o seu tamanho cresce em 14%. Já quando a lua se encontra no ponto distante é chamado de apogeu, ocorrendo o fenômeno oposto à superlua, a microlua.

Eclipse Lunar:

Ocorre quando a lua passa pela sombra que a Terra faz com o Sol, isso não acontece com frequência por conta da inclinação da órbita da lua.

Lua de Sangue:

A lua de Sangue nada mais é do que o eclipse lunar total. A atmosfera da Terra filtra a luz verde e azul dos raios solares, deixando passar apenas a luz vermelha, sendo assim a lua recebe esse brilho avermelhado quando passa pela Terra. 

Lua Azul:

Recebe esse termo por ser a segunda lua cheia do mês, sendo a primeira em 1º e 2º de janeiro. Porém não modifica a aparência ou cor da lua.

Você não vai perder esse super fenômeno, né?

KEEP READING

Luz: Onda ou feixe de partículas?

9 de Janeiro de 2018 |by Vitoria Mathias | 0 Comments | blog | , , ,

Apesar de muito comum em nossa vida, a luz tem sido desde muito tempo objeto de estudo já que suas propriedades inicialmente pareciam um mistério. Aprendemos na escola que a luz se propaga em linha reta em diversas direções, mas realmente é assim que ela se comporta sempre?

Vamos começar com a ideia que Isaac Newton tinha da luz, em meados do séculos XVII: Ele afirmava que ela era composta de minúsculas partículas e isso explicaria porque a luz se move em linha reta na maioria das vezes. Ainda assim já havia quem defendesse que a luz era uma onda, como Robert Hooke e René Descartes. Para tirar essa dúvida, experimentos decisivos foram feitos para explicar o funcionamento da luz.

Por exemplo, se colocarmos um laser apontado para duas fendas, podemos esperar que a luz apareça na mesma forma que as fendas. Porém, como a largura das fendas é bem pequena nesse experimento, acontecem efeitos chamados difração e interferência, que são observados em ondas. Isso mesmo, ondas assim como ondas na água.  Os efeitos acontecem quando uma onda deformada encontra outra e acabam se cancelando ou se aumentando em alguns pontos. Foi esse experimento de Thomas Young que provou o caráter ondulatório da luz.


Uma vista de cima do experimento de dupla fendas, passando primeiro por uma fenda única.

Interferência de ondas Um exemplo de o que acontece com ondas.

Mas não quer dizer que pensar na onda como pequenas partículas de luz esteja errado, porque o poder dela não para por aí! O experimento decisivo que nos garante que a luz PODE SER OS DOIS (onda e partícula) é chamado de “Efeito Fotoelétrico”. Nele, uma luz é apontada para um material metálico que libera elétrons (pequenas cargas negativas do átomo), cuja quantidade pode variar com a intensidade da luz, que está relacionada com o número de partículas de luz (chamados de fótons). Já a velocidade com que esses elétrons saem é mudada com a frequência da luz (quantas ondas em um segundo se movem).

Tema 01 - Luz | Experimentos - Efeito fotoelétrico

Assim, com tantos outros experimentos confirmando as teorias de partículas e de ondas, a mais aceita hoje é a de que a luz é tanto uma onda quanto partículas, chamadas fótons, que carregam energia.

É a partir de princípios como o efeito fotoelétrico que podemos ter energia elétrica gerada por painéis solares: A luz do Sol libera elétrons de um filme metálico e o movimento dessas pequenas cargas em grande quantidade é o que gera a energia elétrica!

KEEP READING